Aviação Comercial, Destaque

Azul dobra a oferta de voos para Canoas

A Azul anuncia nesta quarta-feira que vai dobrar a oferta de voos tendo como destino ou origem a base aérea de Canoas, no Rio Grande do Sul. A companhia colocou a venda hoje uma segunda ligação diária entre a cidade do Rio Grande do Sul e o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Com a adição, a empresa passa a ofertar dois voos diários, totalizando 28 voos semanais, que serão iniciados a partir de 1º de junho e operados por jatos Embraer 195-E1.

 

Os voos para Canoas decolam do aeroporto de Viracopos às 08h15 e 13h55, com chegada prevista às 10h e 15h40, respectivamente. Os voos de retorno partirão da base aérea às 11h25 e 17h, com chegada em Campinas às 13h10 e 18h45, respectivamente.

A companhia já havia reforçado suas operações com voos extras para aeroportos alternativos no estado, incluindo Pelotas, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana, com saídas de Viracopos e Curitiba.

 

Para essas operações, o local de embarque e desembarque será o ParkCanoas Shopping. A Azul orienta que os Clientes se apresentem no local com antecedência de 3 horas ao horário da decolagem, já que o check-in será encerrado 90 minutos antes das partidas dos voos.

 

“Com a duplicação da oferta de voos diários, estamos oferecendo mais uma opção prática e conveniente para os Clientes que precisam se deslocar para Canoas. Sabemos que o Rio Grande do Sul está enfrentando um momento muito difícil, e entendemos as preocupações e dificuldades que isso traz para todos. Estamos trabalhando intensamente para minimizar os transtornos e oferecer soluções de conectividade eficazes durante este período desafiador”, afirmou Fábio Campos, diretor de Relações Institucionais da Azul.

 

Além de ajustar sua malha aérea, a Azul tem desempenhado um papel crucial na ajuda humanitária ao Rio Grande do Sul. Desde o início das operações de auxílio, a companhia arrecadou e transportou mais de 2.600 toneladas de doações. Deste total, mais de 2.000 toneladas já foram enviadas por meio de sua malha aérea, rodovias e pelo mar, com apoio de parceiros e da Marinha do Brasil. A companhia continuará a enviar donativos nos compartimentos de carga das aeronaves nos novos voos para Canoas.

 

Para dar continuidade ao suporte às comunidades afetadas, a Azul criou um Fundo Social Humanitário para prestar apoio às pessoas impactadas pela tragédia climática no Rio Grande do Sul e para futuras crises. As doações podem ser feitas via transação bancária (Banco Itaú, Ag. 0910, C/C 0099704-8, Associação Voar, CNPJ 35094152/0001-85).

 

Com a suspensão das atividades no Aeroporto Internacional Salgado Filho, a Azul anunciou 110 operações extras para junho de 2024, realocando aeronaves para novas rotas no Brasil. “Nossa malha aérea robusta e versátil permite responder rapidamente a situações adversas, garantindo a continuidade dos serviços em diversos aeroportos espalhados pelo país,” acrescentou Fábio Campos.