Destaque, Indústria

Embraer cria uma nova unidade de negócios dedicada a serviços e suporte

A Embraer anunciou a criação de uma unidade de negócios focada em serviços e no atendimento ao cliente, que será dirigida por Johann Bordais, atualmente Diretor de Serviços e Suporte da Embraer Commercial Aviation.

“O novo negócio reunirá recursos que estão, no momento, espalhados por diferentes áreas de negócio, para oferecer aos clientes um amplo portfólio de soluções”, declarou Paulo César Silva, Presidente e CEO da Embraer. “Vemos uma oportunidade para expandir e integrar serviços e suporte.”

O novo negócio começa a funcionar na primeira metade de 2017 e terá o papel de desenvolver soluções em matéria de suporte para os novos produtos e serviços, bem como de administrar os respectivos processos e recursos. A estrutura do relacionamento diário com o cliente (vendas e suporte técnico) continuará sob a responsabilidade de cada unidade de negócio; Aviação Comercial, Executiva e Defesa & Segurança.

“Estamos num negócio de ciclo longo que é naturalmente exigente em matéria de serviços, favorecendo o relacionamento a longo prazo com os clientes”, diz Johann Bordais. “Para o cliente, esta iniciativa combina uma longa experiência em atendimento ao cliente, com a agilidade e a competitividade do centro de assistência. Para a Embraer, representa uma oportunidade de obter uma maior eficiência operacional e rendimentos periódicos.”

Atualmente, há 2.000 aviões da Embraer em operação apenas na aviação comercial. Além disso, existem mais de 1.000 aviões executivos e de defesa da Embraer.  Nos próximos 20 anos, estima-se que serão postos em operação 6.400 novos aviões, apenas na categoria dos jatos comercias de até 130 lugares. No setor da aviação executiva, as previsões indicam que serão introduzidos no mercado mais de 8.000 jatos novos ao longo da próxima década, sem contar o comércio de aviões usados.