Aeroportos, Destaque

GRU Airport registra aumento na movimentação de passageiros no feriado de 12 de outubro

 

A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, registrou crescimento de 9% na movimentação de passageiros no feriado de 12 de outubro se comparado com o final de semana anterior, entre 2 e 5 de outubro.

Entre os dias 9 e 12 de outubro, mais de 220 mil viajantes estiveram no aeroporto, sendo os voos nacionais os mais procurados. Nesse período, foram registrados 1.662 pousos e decolagens (nacionais e internacionais). Esses números representam um aumento de 6% quando comparado com os últimos dias do mês de setembro. Apesar do aumento de viagens, o mês de outubro ainda registra 48% de queda em relação ao mesmo período de 2019.
No mês de setembro, considerando apenas os voos domésticos, a queda foi de 45% se comparado com o mesmo período de 2019, enquanto nos internacionais o recuo chegou a 90%.

Mesmo com o crescimento na movimentação de passageiros no aeroporto, esses números representam uma redução de 55% do volume registrado antes da crise causada pelo Coronavírus.

“Criar ferramentas que possibilitem a retomada do setor aéreo é umas das tarefas diárias e mais desafiadoras para todos da Gru Airport. Por isso, mantemos reuniões periódicas com as companhias para proporcionar aos passageiros a melhor experiência de viagem diante do momento pelo qual estamos passando”, afirma o diretor de Operações, Comandante Miguel Dau. “Seguimos as recomendações da Anvisa e adotamos diversas medidas sanitárias para a prevenção do novo coronavírus para viagens nacionais e internacionais”, declara o diretor.

Ambiente seguro

Como forma de oferecer bem-estar e segurança aos viajantes durante este momento de pandemia, a GRU Airport implantou diversas medidas preventivas, conforme orientações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), para conscientizar e prevenir a transmissão da Covid-19 no aeroporto. Entre as ações adotadas, cabe destacar as sinalizações indicando as regras de distanciamento social e uso de máscaras faciais, instalação de mais de 70 dispensers de álcool gel em pontos de maior circulação de pessoas e, como medida adicional às recomendadas pelo órgão oficial, possibilidade de consultar o painel de voos por meio de QR Code para evitar aglomerações nas áreas próximas às telas informativas e aferição de temperatura nos controles de acesso aos embarques.

Primeiro aeroporto do país a contar com infraestrutura para realização do teste para COVID-19

Desde do dia 11 de setembro, passageiros, frequentadores e funcionários do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, podem realizar o exame para COVID-19 no laboratório remoto instalado no saguão de embarque do Terminal 3, onde estão concentradas as operações internacionais. A iniciativa, inédita em aeroportos no país, é fruto da parceria entre a GRU Airport, concessionária do aeroporto, e o Laboratório CR Diagnósticos, rede autorizada pelo Instituto Adolfo Lutz, responsável pela infraestrutura e tecnologia para coleta, análise, diagnóstico da doença e emissão de resultado em até 4 horas.

O exame oferecido, homologado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), é a RT-PCR: um teste molecular que detecta o vírus através da análise de uma amostra de secreção nasal e da orofaringe, coletadas por meio de um swab. Alguns países, como Portugal e França, exigem que os passageiros apresentem este tipo de teste para permitir a entrada em seus territórios.

Atualmente, o aeroporto conta com voos internacionais regulares para Addis Ababa (Etiópia), Amsterdã, Atlanta, Buenos Aires, Cidade do México, Cidade do Panamá, Doha, Dubai, Frankfurt, Houston, Lisboa, Londres, Madrid, Miami, Newark, Nova York, Paris, Santa Cruz de La Sierra, Santiago, Toronto e Zurique. Entretanto, está prevista a retomada de outras rotas internacionais, bem como a ampliação das frequências em operação.